fbpx

COMO ELABORAR UM PROJETO DE COZINHA

Com um papel central nas nossas casas, é importante que a cozinha seja funcional, confortável e que corresponda às expectativas da rotina do dia-a-dia.

É fundamental uma distribuição correta e fluída, diminuindo o trabalho e facilitando a vida quotidiana, transformando o ambiente num espaço social ideal para viver entre família e amigos. Por isto, a importância de uma cozinha personalizada adaptando-se, não só ao espaço disponível, como também às nossas necessidades. Portanto, a cozinha vai muito mais além da estética, ergonomia e conforto.

Neste post referimos algumas dicas como planear a sua cozinha e garantir o sucesso do projeto.

#1 DIMENSÕES

Primeiro, é fundamental saber as dimensões do local e adequar toda a cozinha à escala do espaço. Ou seja, numa cozinha pequena convém adaptar electrodomésticos com dimensão mais reduzida para rentabilizar o espaço de confecção e preparação das refeições, e de forma a caber todos os electrodomésticos que usamos.

#2 Circulação e ergonomia

Após a selecção de electrodomésticos é essencial colocá-los em espaços estratégicos criando fluxo directo entre os equipamentos como fogão, forno, frigorífico e lava-loiça. Assim como, locais de fácil acesso para utensílios de uso habitual e ingredientes também são fundamentais para uma cozinha funcional e atractiva.

#3 bancada

É importante ter espaço de bancada para os vários utensílios como: máquina de café, torradeira, liquidificador e outros elementos. É de salientar ainda, que deve sobrar espaço suficiente para a preparação e confecção de refeições.

#4 iluminação

A iluminação adequada é um factor crucial para as várias zonas da cozinha. Iluminação geral do ambiente e iluminação especifica é essencial nas zonas de trabalho como fogão, lava-loiça e bancada de confecção.

#5 conforto e segurança

A disposição e altura dos móveis determina o conforto e segurança de quem os utiliza. Assim, não deve estar demasiado alto porque pode provocar acidentes pela dificuldade de transportar tabuleiros muito pesados. Assim como, a máquina de lavar-loiça deve estar, sempre que possível, situada por baixo da zona de escorredor do lava-loiça, de modo a evitar pingos quando a máquina é utilizada. A distância entre a bancada e móveis superiores deve ser de 50 cm exceto na zona de fogão ou placa que deve ser cerca de 65 a 75cm.

#6 layout

O layout da cozinha deve ser definido pela forma da mesma. Se a cozinha for estreita, o layout mais apropriado será uma linha única, onde a bancada e electrodomésticos serão colocados lado a lado, sem prejudicar os rendimentos de qualquer um das máquinas. Assim, evita-se cortar a bancada em diversos pontos. Os armários altos e superiores são indispensáveis nesta caso para maximizar a arrumação. Se o espaço for quadrado, pode ser implementado um layout em forma de U, que é muito prático e oferece diversas zonas de trabalho e armazenamento. Garantindo assim, o triângulo de trabalho perfeito. 

Em cozinhas maiores, a forma em L possibilita criar a zona de refeições na bancada. Os cantos neste layout e no layout em U, podem ser aproveitados com cantos mágicos (sistema de arrumação de fácil acesso). Aqui, alterna-se os elementos do triângulo (frigorífico, fogão e lava-louça) com superfícies de bancada. Só em cozinhas maiores é possível criar o layout com ilha devido à distancia mínima de 120 cm entre bancadas, de forma a assegurar a total abertura de portas de ambos os lados. Ideal para promover o convívio, pode ainda ser usada como mesa de refeições.

Se optar por uma cozinha aberta para a sala, a famosa kitchenette, há que ter em conta um bom sistema de exaustão do fogão ou placa para evitar que os cheiros se propaguem para a zona de estar. Esta opção, permite em simultâneo,  preparar refeições e conviver com a família ou convidados.

GOSTAVA DE PROJETAR A SUA COZINHA CONNOSCO?